Loading...

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Arranjos de Natal

Olá.

Este ano em termos de decoração de Natal não fiz arranjos grandes ou muito decorados. Nos últimos anos tenho o hábito de fazer uma Coroa do Advento. Esta coroa é um exemplo das coroas que estão em todas as igrejas por este tempo do advento e servem para irmos contando os 4 domingos que faltam para chegarmos ao natal.
Agora, deixo-vos alguns dos arranjos que fiz com azevinho natural e entremeado com flores artificiais:
 Este é só azevinho e hera. Este azevinho não tem muitos picos!...já foi domesticado!
Este arranjo é uma mistura. Quando o fiz, foi como arranjo de outuno e depois reciclei-o para Natal!
Votos de Boas Festas!

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Cena de Presépio

Olá,

Continuam as geadas...Hoje trago aqui mais uma representação da vida de Jesus e que faz parte do meu presépio. Trata-se da Circuncisão de Jesus! O costume Judeu de 8 dias depois do nascimento, os meninos serem circuncidados e era-lhes igualmente atribuído o nome. No domingo passado, a passagem do Evangelho foi sobre o aviso que o anjo fez a Zacarias sobre o nascimento de João Baptista, dando ordem a Zacarias para que o nome do bebé fosse "João". Zacarias ficou mudo por ter duvidado das palavras do anjo e só quando confirmou o nome do menino, escrevendo numa tabuinha, é que "se Lhe soltou a língua", ou seja, oito dias depois do seu nascimento foi circuncidado e também atribuído o nome. No fundo esta cerimónia corresponde hoje ao nosso baptismo!

A passagem bíblica que faz referência à circuncisão de Jesus é Lucas 2, 21 "Completados os oito dias para ser circuncidado o menino, deram-lhe o nome de Jesus, como fora chamado pelo anjo antes de ser concebido no ventre de sua mãe."

Eis aqui a minha representação:

Boas Festas!

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Dezembro...que frio!

Olá,

Que frio faz lá fora!...Aqui vamos nós a caminho do Natal e já na segunda semana do Advento. E a propósito de caminho...vale a pena recordar a caminhada que N.ª Sr.ª fez para ir visitar sua prima St.ª Isabel, quando soube pelo anjo que esta estava grávida na sua velhice (naquela época casal sem filhos era considerado uma infelicidade...como se Deus os tivesse abandonado!). E a caminhada do casal, José e Maria até Belém, para cumprir o decreto Romano de se recensearem na cidade natal e no entanto estavam igualmente a cumprir a profecia das escrituras: "Mas tu, Belém-Efrata, embora pequena entre os clãs de Judá, de ti virá para mim aquele que será o governante sobre Israel..." (Miqueias 5,2). Quanto não teria sido custoso a Maria, esta caminhada no final do tempo de gestação!...e aquele pedido de guarida a várias portas sem sucesso!

Aqui está outro pedacinho do meu presépio, a representar a visitação e a N.ª Sr.ª em cima do burrinho a caminho de Belém.

Boas Festas!